tinta-aquecimento-solar

Tinta para aquecimento

Enquanto você ainda não consegue comprar um aquecedor instantâneo de água na loja mais próxima, talvez possa ir se virando com uma tinta que funciona como um aquecedor solar.

A tinta eleva a temperatura da água a até 68º C, e custa 40% menos do que as tintas convencionais.

A equipe demonstrou o desempenho da tinta trabalhando com um cano que, exposto ao Sol, alcançava uma temperatura de 40º C. “Se nós adicionarmos a tinta ‘supercondutora’ a temperatura aumenta 70% e alcança 68º C,” confirma Sandra Casillas Bolaños, do Instituto Tecnológico da Lagoa (ITL), no México.

Ela explica que a tinta funciona como uma caldeira graças a nanopartículas ativadas pela energia solar, gerando o aumento da temperatura.

Armadilha de calor

O material básico da tinta é formado por três camadas.

A primeira é uma nanopartícula magnética de titânio, responsável por aprisionar o calor. A segunda camada consiste de um revestimento de tungstênio, que os pesquisadores transformaram em um nanossal com álcool polivinílico. Finalmente, a camada mais externa é feita com cobre.

Um tratamento especial escurece o cobre, formando uma armadilha para reter o calor dentro das partículas. “Assim, o centro é aquecido mais intensamente: primeiro o titânio, em seguida, o tungstênio e, finalmente, o cobre,” explica Bolaños.

Sistema de aquecimento doméstico

A tinta foi aplicada na superfície de canos convencionais usados em sistemas de aquecimento de água domésticos e foi testada para aquecer a piscina de um ginásio esportivo, onde dois milhões de metros cúbicos de água foram aquecidos de 26 para 37º C.

A tinta está em processo de patenteamento, e a equipe estima que ela poderá ser comercializada ao equivalente a US$40 por litro, sendo necessário apenas um quarto de litro para recobrir os canos em um sistema de aquecimento doméstico, segundo Bolaños.

Via Inovação Tecnológica

Deixe uma resposta