Vivagreen

Kids

Ketchup Caseiro – Alternativa saudável ao molho industrializado

06 de junho, 2015

Quando a gente se torna mãe (e pai também!) acaba abrindo os olhos pra muitas coisas que antes não dava nem bola. Uma das coisas que mais mudou aqui em casa foi a alimentação. Já na gravidez comecei a regrar as refeições e selecionar com mais critério o que eu comia – evitei frituras, cortei açúcares, fazia lanches a cada 3 horas e procurava ter o prato sempre bem colorido. Aí vem a amamentação e o café, o chocolate, o feijão e um monte de outras coisas dá cólica no nenê, então lá vai a mãe deixar de comer tudo isso também…

Até aí tudo bem, por que a coisa é mais com você mesmo, se der uma escapadinha não tem tanto problema. O que mais pegou pra mim foi quando C. já fazia as 5 refeições conosco (almoço e jantar com o pai junto e as demais comigo), porque tudo o que ele via a gente comendo concluía que era comestível e queria também. Uma coisa e outra dá pra driblar e dizer “esse é da mamãe, ó esse é pra você”, mas quando se come muito uma coisa e com vontade a criança sente e fica mais difícil. No fim fui vendo que o que tínhamos que fazer mesmo era mudar a nossa alimentação para a dele – balanceada, regrada, pouca fritura, pouco ou quase nada de sal, o mesmo com o açúcar, muita fruta, muito mais legumes. E assim passamos comemos melhor. E eu passei a buscar receitas do tipo parece mas não é pra agradar nossos olhos e estômagos já “vendidos” à realidade não tão saudável assim.

Pois bem, certo dia encontrei uma receita delícia de massa de pizza superfacinha de liquidificador que usava a sobra do arroz integral na massa e fui preparar para o jantar. Mas aí lembrei do meu amado ketchup – AMO ketchup, de verdade! Não é que eu coma com toda e qualquer coisa, mas nas coisas que ele combina, como um queijo quente ou uma boa pizza, então como quase o vidro todo. Sério!

Tá, e o pequeno? Como fica a vontade dele frente à minha esganação? Pensei… Afinal, certo que ketchup não é – nem de longe – algo indicado para crianças, especialmente as menores de 3 anos.

Pesquisa daqui, fuça de lá, encontrei no blog delicinha que já seguia My Whole Food Life – Healthy can be delicious (na tradução livre: Minha Vida Integral – Saudável pode ser delicioso) uma receita de ketchup caseiro saudável! Vibrei de alegria e lá fui eu, emocionada, mas um tanto desconfiada, fazer o meu próprio ketchup. Não sabia muito bem o que esperar, mas acabou ficando bem gostoso. Confesso que achei o sabor um pouco “puxado” para o meu paladar, pois a receita original leva cebola e alho em pó o que acabou a deixando com um gosto muito forte e um pouco artificial, apesar de os condimentos serem naturais, apenas desidratados. Como já é de praxe por aqui, fui mexendo na receita, substituindo uma coisa e outra, mudando um pouco o modo de preparo e cheguei no que consideramos o ketchup perfeito  😀  E é essa receita que compartilho com vocês.

Como poderão ver, tudo que tem aqui pode ser ingerido pelos pequenos – lógico que eles não devem comer loucamente como eu – e assim os pais podem também comer a pizza e o sanduíche acompanhados de um bom molho, sem culpa.

Da série parece mas não é, indico a dupla Hambúrguer com Batata Frita (só que não) do blog que toda mãe deveria seguir As Delícias do Dudu. Ótimo acompanhamento para o Ketchup Perfeito.

IMG_20140918_115655

Essa foto foi feita por mim, do resultado dessa belezura de receita!

KETCHUP PERFEITO – CASEIRO e SAUDÁVEL

Ingredientes

1 vidro de extrato de tomate orgânico

1/2 cebola pequena picada

1 dente de algo pequeno picado ou ralado (opcional)

1 colher de chá de azeite ou manteiga ghee

1 pitada de sal marinho (de preferência moído na hora)

1 colher de café de pimenta caiena moída

1 colher de café de páprica doce

2 colheres de sopa de vinagre de vinho branco

3 colheres de sopa de mel ou melado de cana orgânico (prefira o melado se seu filho tiver menos de 1 ano e, se ele tiver, coloca só uma colherinha bem pequeninha) Como a “doçura” vai depender do seu paladar, acrescente à gosto, só vale lembrar que enquanto está quente o sabor do vinagre prevalece, então vai devagar 😉

Modo de Preparo

Refogue a cebola com o alho e o sal no azeite ou manteiga até ficar translúcido – é importante não deixar dourar, só amolecer.

Acrescente o extrato de tomate e deixe pegar sabor por uns 5 minutos em fogo bem baixo.

Agora você tem 2 opções: pode bater no liquidificador ou usar o mixer direto na panela. O liquidificador é melhor quando a receita é feita em dobro, assim bate melhor. O mixer é mais prático porque não sua outra coisa, mas tende a ficar mais pedaçudo.

Se escolheu usar o liqui, volta para a panela e acrescenta o mel ou melado, o vinagre e os temperos. Mantenha em fogo baixo até que esteja tudo bem misturado (não costuma passar de 2 minutos, vai depender da consistência do seu mel ou melaço).

Espere esfriar e transfira para um pote de vidro ou um próprio para molhos (aqueles tipo bisnaga) – só fique atento para escolher um que seja livre de bisfenol, normalmente os potes plásticos livres desta substância danosa para a saúde vem com um selo indicando “livre de bisfenol” ou “BPA free”.


Aqui costumo usar os orgânicos da Agreco – Associação dos Agricultores Ecológicos das Encostas da Serra Geral (sul de Santa Catarina) que são de ótima qualidade e tem um preço razoável. Eles possuem uma linha bem vasta de produtos que vai desde açúcar e melado de cana orgânico, passando por conservas, atomatados e até sucos e geléias. No site tem uma lista de onde encontrar.

A embalagem do extrato de tomate orgânico da Agreco - vidro de 220g

A embalagem do extrato de tomate orgânico da Agreco – vidro de 220g

 

Se não tiver muita intimidade com a cozinha e cortar e refogar cebola e algo for demais pra você (ou a correria apertar) vale também fazer com o molho pronto, você vai precisar bater no liquidificador para que o molho não fique com pedaços.

A linha de atontados da Agreco - dá até pra fazer o ketchup saborizado ;)

A linha de atomatados  da Agreco – dá até pra fazer o ketchup saborizado 😉 “Molhos de tomate prontos e deliciosos para quem quer saúde e sabor. Com receitas variadas você tem muitas opções para o dia a dia ou ocasiões especiais. 100% orgânico, puro tomate! Sem conservante, nem corantes.”

 

agreco-melado-organico-pote

“Os açúcares e melado Agreco são produzidos de forma artesanal, feito em tachos, lentamente, o caldo da cana mantém seu sabor. Nossas agroindústrias familiares estão ao lado da lavoura de cana. Carros de boi ainda são utilizados em algumas propriedades para arar a terra e realizar os manejos.”

 

A marca é apenas uma sugestão do que gosto e conheço, mas você pode usar a marca que esteja disponível em sua região e seja de sua preferência. Se não encontrar orgânicos por aí, vale também fazer com o convencional, só assim já estará reduzindo o consumo de conservantes, amido modificado (atenção TODO amido de milho produzido no Brasil hoje é transgênico), xarope de glicose e tantas outras coisas totalmente dispensáveis.

Mas sempre que puder, prefira os produtos orgânicos que respeitam não só o meio ambiente, mas a sua saúde.

Fique de olho, produtos orgânicos industrializados possuem este selo

Fique de olho, produtos orgânicos industrializados possuem este selo

 


Links relacionados:

My Whole Food Life

Agreco

As Delícias do Dudu

Os comentários estão desativados.

Tweets

Vivagreen @Vivagreen1
Como funciona o processo de logística reversa de eletrônicos? #logistica #reciclar / via @Vivagreen1
h J R
Vivagreen @Vivagreen1
Oficina de Fitoterapia e Saúde Natural no Sítio Pau d'Água https://t.co/q3855o5IEI #saudenatural #organico / via @Vivagreen1
h J R
Vivagreen @Vivagreen1
BRASIL É O 4º NO MUNDO EM CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS https://t.co/d8VDQ9vaWa via @Vivagreen1
h J R

Principais posts