Vivagreen

Notícias

VegFest 2015 expõe o segredo da sustentabilidade

25 de setembro, 2015

A Universidade Federal de Pernambuco recebe esta semana o maior evento vegetariano da américa latina, o V Congresso Vegetariano Brasileiro, que terá como destaque a exposição da indústria da carne como o grande motivo causador de degradação ambiental do planeta.

O tema será abordado em uma série de eventos dentro da maratona de meio ambiente. A maratona terá sua abertura feita pela gerente de campanhas da Humane Society International, Nicole Oliveira, já abordando um tema crucial: o quanto a produção animal e vegetal ameaçam a água.

Outro ponto alto da maratona será o lançamento do relatório da SVB “Comendo o Planeta: Impactos Ambientais da Criação e Consumo de Animais”. Esse relatório será apresentado por Cynthia Schuck, doutora em Biologia Evolutiva pela Universidade de Oxford, consultora científica e coordenadora do Departamento de Meio Ambiente da Sociedade Vegetariana Brasileira. Em entrevista ao jornal Epoch Times, Cynthia disse: “Atualmente criamos e abatemos mais de 70 bilhões de animais terrestres por ano e um número consideravelmente maior de animais aquáticos”.

De acordo com Cynthia, em função da pecuária, ocorre o uso ineficiente de grandes extensões de terra como pastagem e plantio para produção de ração, gerando perda de habitats e biodiversidade. A contribuição da pecuária é crítica para as crises hídricas que estamos enfrentando, para o aumento do nível de emissões de gases de efeito estufa, para o surgimento de zonas oceânicas mortas e acidificação dos oceanos. Ela também informou que as informações apresentadas no relatório são totalmente amparadas pela literatura científica e por dados oficiais de instituições de pesquisa reconhecidas e imparciais (Nações Unidas, Organização Mundial de Saúde, dentre outras).

Marly Winckler, presidente e fundadora da Sociedade Vegetariana Brasileira, comentou sobre o relatório da SVB durante entrevista ao Epoch Times:  “Acredito que este seja um tema crucial, uma vez que, segundo vários relatórios, já esgotamos a capacidade de nossa Terra de suprir o atual padrão de consumo e precisamos adotar um novo padrão de produção e consumo que seja sustentável e garanta que as próximas gerações possam usufruir de bens indispensáveis à sua manutenção. “

Marly Winckler, presidente e fundadora da SVB, disse que já esgotamos a capacidade de suprimento da Terra. Fonte: Marly Winckler

Marly Winckler, presidente e fundadora da SVB, disse que já esgotamos a capacidade da Terra de suprir o atual padrão de consumo. Fonte: Marly Winckler

Além das palestras, a maratona de meio ambiente será fechada com chave de ouro pelo documentário “Cowspiracy”, que aborda o segredo da conspiração sustentável de forma sóbria e objetiva. No filme, Bruce Hamilton, vice-diretor executivo da organização não-governamental norte-americana Sierra Club, afirma que estamos chegando em um nível de extinção dos animais comparado apenas à época dos dinossáuros.

“Cowspiracy” expõe o fato de que as organizações, a mídia, as empresas e o governo  não falam do maior fator responsável pelo aquecimento global, a criação de gado para comercialização de carne. O documentário é muito bem costurado e investiga a fundo os motivos do desastre ambiental do planeta, deixando tudo muito claro para o espectador. Organizações como o Greenpeace e órgãos do Governo dos Estados Unidos se recusam a falar sobre o assunto como se o mesmo nem sequer existisse. Entretanto, a conclusão é inevitável: é necessário diminuir o consumo de carne, pois o planeta não suporta mais este tipo de exploração. Bruce Hamilton  também afirma no filme que guerras ambientais estão muito próximas de acontecer, já que as secas, as enchentes e outros desastres ambientais serão cada vez mais frequentes.

O ano de 2015 promete dois grandes marcos para a sustentabilidade: o lançamento das novas metas de desenvolvimento sustentável (DPSs ), em Nova York,  no outono, e as negociações da Conferência do Clima, COP21, em dezembro, em Paris . Entretanto, o interessante é que, assim como revelado no documentário, não vemos nada mencionando a pecuária como a grande vilâ do clima no mundo. Tudo é muito vago e ninguém vai direto ao ponto. Sem dúvida, há uma conspiração que esconde a indústria da carne e isso é evidente.

Marly Winckler disse que talvez nunca antes em toda a história da humanidade encontros como este – objetivando difundir o vegetarianismo – tenham sido tão importantes. Isto porque nunca antes a carne (e outros produtos de origem animal) ocuparam um lugar tão central no prato de bilhões de seres humanos. Estes animais são em geral criados e abatidos em condições terríveis, deixando para trás uma pegada de impactos que ameaçam a própria sobrevivência de nosso planeta.

Além da revelação do segredo da sustentabilidade, o Congresso Vegetariano será um grande palco para diversos assuntos, tendo também o empreendedorismo vegetariano como foco,  o que  ajudará empresários que desejam entrar no mercado vegetariano, que hoje é considerado o último boom do mundo dos negócios. Além disso, cursos de vegetarianismo para profissionais de saúde também estarão disponíveis. E para os que estão interessados em evolução espiritual, a grande novidade será o Falun Dafa, uma prática milenar chinesa que promove o desenvolvimento integral dos indivíduos, através de práticas de energia, meditação e ensinamentos surpreendentes.

Epochtimes

Os comentários estão desativados.

Tweets

Vivagreen @Vivagreen1
Como funciona o processo de logística reversa de eletrônicos? #logistica #reciclar / via @Vivagreen1
h J R
Vivagreen @Vivagreen1
Oficina de Fitoterapia e Saúde Natural no Sítio Pau d'Água https://t.co/q3855o5IEI #saudenatural #organico / via @Vivagreen1
h J R
Vivagreen @Vivagreen1
BRASIL É O 4º NO MUNDO EM CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS https://t.co/d8VDQ9vaWa via @Vivagreen1
h J R

Principais posts