Vivagreen

Notícias

Edifício do Ministério do Meio Ambiente recebe o Selo Procel

03 de junho, 2015

Projeto de alta eficiência energética do edifício-sede do Ministério do Meio Ambiente recebe o Selo Procel de Economia de Energia para Edificações, sendo o primeiro da Esplanada dos Ministérios a receber essa distinção. O selo é concedido em reconhecimento ao projeto de alta eficiência energética do Bloco B da Esplanada dos Ministérios (ministérios do Meio Ambiente e Cultura), que apresenta elevado potencial de economia de energia e redução de impactos ambientais. O Selo Procel Edificações, lançado em novembro de 2014, é concedido pelo Programa Nacional de Conservação de Energia Elétrica (Procel), coordenado pelo Ministério de Minas e Energia e gerido pela Eletrobrás. É de adesão voluntária e tem o objetivo principal de identificar as edificações que apresentem as melhores classificações de eficiência energética em uma dada categoria. O setor de edificações é de extrema importância no mercado de energia elétrica, pois representa cerca de 50% do consumo de eletricidade do país.

Ministério do Meio Ambiente recebe o Selo Procel

Selo Procel de Edificações

PROTAGONISMO

“Nada melhor do que o MMA dar o exemplo: esperamos, assim, servir de incentivo para outros órgãos enfatiza” Alexandra Maciel, coordenadora técnica do projeto de eficiência energética do Ministério e analista de infraestrutura da Secretaria de Mudanças Climáticas e Qualidade Ambiental. “O prédio do MMA é primeiro da Esplanada a receber essa distinção.”

Para receber do selo, o imóvel passa por um processo de reformulação em sua estrutura, para aproveitar a capacidade de iluminação natural e aperfeiçoar o desempenho do sistema de ar condicionado, o que acarreta em menor consumo de energia elétrica. O projeto de reabilitação energética foi realizado no âmbito do Projeto Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD) chamado “Transformação do Mercado de Eficiência energética no Brasil”, na qual o MMA é o coordenador.

A reabilitação energética ou retrofit do edifício pode gerar uma economia de eletricidade de até 30% em edificações já existentes, se passarem por readequação e modernização, e de até 50% em prédios novos, que contemplem essas tecnologias desde o projeto.

Fonte: Matéria Original: MMA-  Por: Tinna Oliveira – Editor: Marco Moreira 

Os comentários estão desativados.

Tweets

Vivagreen @Vivagreen1
Como funciona o processo de logística reversa de eletrônicos? #logistica #reciclar / via @Vivagreen1
h J R
Vivagreen @Vivagreen1
Oficina de Fitoterapia e Saúde Natural no Sítio Pau d'Água https://t.co/q3855o5IEI #saudenatural #organico / via @Vivagreen1
h J R
Vivagreen @Vivagreen1
BRASIL É O 4º NO MUNDO EM CONSTRUÇÕES SUSTENTÁVEIS https://t.co/d8VDQ9vaWa via @Vivagreen1
h J R

Principais posts