mg_0259b
‘É possível fazer uma festa maravilhosa sem sofrimento. Quando disseram que não iriam usar plumas, topei’, diz a ativista animal sobre a Águia de Ouro.

Todo ano acontece a mesma coisa. Às vésperas do carnaval, não são poucas as musas que se gabam com as muitas penas de faisão que irão ostentar em suas fantasias. Em 2017, na Águia de Ouro, escola de samba do Grupo Especial de São Paulo, no entanto, será diferente.

Esqueça as plumas e, no lugar, coloque materiais alternativos, como garrafas pet recicladas. Estranho? Não para Luisa Mell, ativista animal, que será homenageada no desfile da agremiação e fez esse pedido antes de aceitar o convite.

“É possível fazer uma festa maravilhosa sem sofrimento. Carnaval não combina com sofrimento. No começo estava receosa em aceitar, mas, quando eles disseram que não iam usar plumas, peles e nada animal, topei. Fui rainha de bateria durante cinco anos e deixei de desfilar por isso. Era um conflito estar lá com a escola usando materiais que vão contra tudo o que prego. E agora não. Consegui voltar sendo coerente com tudo o que defendo”, festeja ela.

Desfile vai ter até Arca de Noé

Luisa conta que, quando a Águia de Ouro a procurou, eles queria fazer um enredo sobre cachorros. Mas, conforme ela foi conversando com o carnavalesco Amarildo de Mello, as coisas foram mudando. “O cachorro passou a ser o porta-voz dos outros animais. Eles entenderam que é importante falar sobre todos os bichos e sobre como eles devem ser tratados”, diz a homenageada.

“Vamos tratar de forma lúdica e alegre sobre como cães e os outros animais nos alegram e fazem parte da nossa vida. Começamos com a falta de alguns na Arca de Noé e passamos pelos bichos famosos dos desenhos e do cinema, além de dar destaque para a tristeza dos maus-tratos que até hoje acontecem”, explica o carnavalesco.

Nome citado no samba da escola
Além da alegria em ver um tema que considera tão urgente e importante no sambódromo do Anhembi, Luisa ainda lidará com a emoção de ter seu nome citado na letra do samba-enredo. Ou seja, mais de 2.500 componentes vão cantar a plenos pulmões o trecho que diz “como faz Luisa Mell / defenda todos animais”.

“É uma emoção indescritível. Todas as frases do samba me tocam muito. Quando vejo a comunidade cantando versos tão importante, me emociono. Não fiz nenhum pedido para que meu nome estivesse na letra do samba, foi um presente que eles me deram e aceitei de coração aberto e muito feliz”, explica ela, que, desde que aceitou participar do desfile, passou a ser presença frequente nos ensaios da escola da Pompéia, Zona Oeste de São Paulo.

Tristeza pelo filho não poder participar
No dia do desfile, Luisa virá no alto do quarto carro, o penúltimo que entrará na avenida. A alegoria vai fazer uma crítica sobre o uso de animais nos circos e mostrar que é possível levar alegria a diversão sem usar nenhum bicho. Nesse contexto, Luisa surgirá como um anjo.

“Venho como uma guerreira, mas sem armas. Não é possível você lutar pela paz com mais violência, com sangue. Luto pelo amor, pela compaixão, e vou representar isso inclusive no meu figurino”, adianta ela, que lamenta apenas não ter a companhia do filho, Enzo, de 2 anos, na avenida.

“Já o levei até a um ensaio, ele adora. Quando chego em casa depois de ir à quadra, ele pede pra ver vídeos. Pena que ele ainda não entende tão bem e não é grandinho para desfilar. Vou sambar por mim e por ele”, promete ela.

Luisa Mell confere fantasias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell confere fantasias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa posa com Pluto, um dos retratados no desfile 2017 da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa posa com Pluto, um dos retratados no desfile 2017 da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell confere fantasias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell confere fantasias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell ajuda na confecção de fantasias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell ajuda na confecção de fantasias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell ajuda na confecção de fantasias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell ajuda na confecção de fantasias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell com adereço que vai enfeitar uma das alegorias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell com adereço que vai enfeitar uma das alegorias da Águia de Ouro (Foto: Celso Tavares/EGO)

Amarildo de Mello, carnavalesco da Águia de Ouro, mostra desenhos de fantasias para Luisa (Foto: Celso Tavares/EGO)

Amarildo de Mello, carnavalesco da Águia de Ouro, mostra desenhos de fantasias para Luisa (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell posa ao lado de Amarildo de Mello, carnavalesco da escola, e entre os desenhos das fantasias do carnaval 2017 (Foto: Celso Tavares/EGO)

Luisa Mell posa ao lado de Amarildo de Mello, carnavalesco da escola, e entre os desenhos das fantasias do carnaval 2017 (Foto: Celso Tavares/EGO)

Ego

Deixe uma resposta