DSC_6959-e1462821365327-1024x576

Por Lidi Ferreira, da ProjectHub

A gaúcha Alice Meditsch, de 25 anos, tinha uma ideia do que queria fazer para seu Trabalho de Conclusão de Curso na faculdade de Design de Produto em 2015: algo feito em co-criação dentro da temática da mobilidade urbana, mais exatamente bicicletas.

Sendo sócia da Colibrii, que realiza um trabalho de reaproveitamento de materiais têxteis e criação de produtos com artesãs de Porto Alegre, Alice já sabia que era neste universo onde iria realizar seu trabalho.

E foi  justamente nessa época que ela descobriu –e venceu– o concurso Future Makers, elaborado pela ProjectHub* em parceria com a empresa química DuPont, que premiou os melhores trabalhos feitos com o material Tyvek (leia-se “táiveque’’) em peças de moda e design sustentáveis.

Fabricado pela DuPont, o Tyvek é composto por fibras de polietileno 100% puro, além de ser reciclável, atóxico, impermeável, resistente e muito leve.

Com uma ideia na cabeça e uma equipe disposta ajudá-la, Alice se inscreveu no concurso e criou uma capa de chuva para ciclistas. “Eu já tinha o conceito do que queria fazer, mas precisava detalhar mais o projeto, e foi tudo muito rápido’’, afirma a designer. O protótipo foi feito em 8 horas e com a ajuda de mais quatro artesãs.

A capa possui um bolso interno, no qual podem ser guardados alguns pertences, e que também vira uma necessaire para guardar a própria capa e outros objetos. “Eu uso a bicicleta para me locomover, e em Porto Alegre chove  muito. Se pudermos utilizar a bike na chuva e ainda carregá-la de uma forma compacta é uma maneira de estimularmos o uso das bicicletas’’, conta Alice.

 

DSC_6933

A capa não é exclusiva para ciclistas. Em formato de poncho, ela funciona perfeitamente também para quem estiver a pé.
.

Foram mais de 40 projetos inscritos no concurso, enviados por estudantes e profissionais do setor dedicados a co-criar produtos que dessem um novo significado ao seu processo de fabricação e uso final. E a capa de Alice foi a vencedora. “Contei com a ajuda das artesãs com quem trabalho. Agradeço demais pela ajuda”, diz. “Precisamos assumir que não fazemos as coisas sozinhos, temos que pensar que existem muitas pessoas por trás de tudo que consumimos”.
.

O próximo passo agora é produzir e tornar o produto comercial, mas sem deixar de lado sua principal essência: sustentabilidade na produção e no consumo.
.

Milão

Como prêmio do concurso, Alice visitou a Feira de Móveis de Milão, na Itália. Veja o depoimento da designer sobre a feira: ”O Salone del Mobile foi surpreendente, especialmente o Salone Satellite – pavilhão de exposição dos novos designers e novos materiais. Muita gente repensando o uso de matéria-prima, a funcionalidade dos objetos, os usuários que irão utilizá-los e fabricá-los. Além disso, o Fuori Salone, que são todas as zonas de Milão fora da feira, nas quais outras marcas, designers e lojas exibem seus trabalhos também foi maravilhoso poder visitar. Referências que não acabam, muitos jovens expondo que querem trocar ideias sobre projetos. Foi realmente muito bacana e inspirador!”

*Sobre a ProjectHub

A ProjectHub é uma rede global formada por Empreendedores Criativos e Investidores de Impacto para fomentar o ecossistema da Economia Criativa, garantir as melhores oportunidades para empreendedores, gerar valor para investidores, e impactar positivamente a vida das pessoas, colaborando para a construção de uma sociedade mais inovadora, humana e sustentável. Atualmente possui quase 4.000 empreendedores cadastrados e 1.700 projetos criativos inscritos.

Quem Inova