GreenArq

Comunidades: Auroville

Por outubro 8, 2015 Sem comentários
aurofeaturedone1.jpg1

Auroville é uma comunidade universal onde homens e mulheres de todos os países são capazes de viver em paz e harmonia progressiva acima de todos os credos, todas as políticas e todas as nacionalidades. O propósito das comunidades de Auroville é realizar a unidade humana. A sua proposta urbanistica é original e desenvolve a cidade em forma de uma espiral simbolizando a evolução humana, sendo que no centro se ergue majestoso Templo de Matrimandir (Templo da Mãe).

Coordenadas: longitude 79 ° E 48 ‘38.18 “, latitude 12 ° N 0’ 25.20” – está localizada no distrito Villipuram de Tamil Nadu, perto de Pondicherry no sul da Índia.

A cidade foi fundada de acordo com os princípios da Filosofia do Yoga Integral, concebida e desenvolvida por Sri Aurobindo e Mirra Alfassa. O conceito da cidade iniciou-se na década de 1930, porém foi em 1960 que a direção do Sri Aurobindo Ashram, em Pondichery, apresentou a proposta oficial para a sua construção. O projeto das comunidades foi apresentado ao Governo da Índia que deu a sua autorização e o encaminhou para a Assembléia Geral da UNESCO que o aprovou em resolução unânime.

aurodois

Auroville tem um ambiente rural. É composta por cerca de 100 comunidades, espalhadas por 25 km2 (dos quais um pouco mais de 10 km2 é de propriedade da comunidade original de Auroville). Dentro da área de Auroville há várias aldeias, e ainda uma grande quantidade de terras do vilarejo de clima tropical

As condições para viver em Auroville do ponto de vista psicológico são: Estar convencido da unidade essencial da humanidade e ter a vontade de colaborar para a realização material dentro da unidade e em tudo o que promove realizações futuras. As condições materiais serão trabalhadas conforme a realização prossegue.

“A humanidade não é o último degrau da criação terrestre. A evolução continua e o homem será superado”.

Deve haver em algum lugar sobre a terra, um lugar que nenhuma nação pode reivindicar como sua propriedade exclusiva. Um lugar onde todos os seres humanos de boa vontade, sinceros em sua aspiração, poderiam viver livremente como cidadãos do mundo, obedecendo a uma única autoridade, a da Suprema Verdade. Um lugar de paz, concórdia, harmonia, onde todos os instintos de luta do homem seriam utilizados exclusivamente para conquistar as causas de seu sofrimento e miséria, para superar sua fraqueza e ignorância, para triunfar sobre suas limitações e incapacidades. Um lugar onde as necessidades do espírito e os cuidados para o progresso teria precedência sobre a satisfação dos desejos e paixões, a busca por prazeres e gozos materiais.

aurotres

Neste local, as crianças seriam capazes de crescer e se desenvolver integralmente, sem perder o contato com a sua alma. A educação seria dada, não com o objetivo de passar nos exames e receber certificados e títulos, mas para enriquecer as faculdades existentes. Neste lugar os títulos e posições seriam suplantados por oportunidades de servir e organizar. As necessidades do corpo serão supridas a cada um e a todos. Na organização intelectual geral, a superioridade moral e espiritual encontra expressão não na melhoria dos prazeres e poderes da vida, mas no aumento de deveres e responsabilidades.

Beleza artística em todas as suas formas: pintura, escultura, música, literatura, estarão disponíveis igualmente a todos, a oportunidade de compartilhar as alegrias que essas belezas trazem, limitadas somente pela capacidade de cada um e não pela posição social ou financeira.

Neste lugar ideal o dinheiro não seria mais o senhor soberano. O mérito individual terá uma importância maior do a riqueza material e a posição social. O trabalho não seria um meio de ganhar a própria subsistência, seria um meio de se expressar, desenvolver capacidades e possibilidades, ao prestar serviço a todo o grupo, dando cada um sua colaboração dentro de seu campo de atuação.

Seria um lugar onde as relações entre os seres humanos, geralmente baseados exclusivamente na concorrência e conflitos, seriam substituídas por relações de estimulo para fazer melhor, para a colaboração, em relações de fraternidade real.

É comum dizer que Auroville é como um microcosmo. E assim é. Representados dentro do projeto estão praticamente todos as grandes polaridades encontradas na sociedade global, além das inevitáveis tensões sutis que existem como resultado dessas polaridades.

auroquatro

“Há homens, mulheres e crianças aqui, de leste a oeste , norte a sul, de todos os tipos de origens religiosas e culturais, o rico e o pobre, o letrado e o iletrado, o sofisticado e o simples. Pessoas de diferentes raças e cores, de aldeias, vilas e cidades, de democracias e sociedades socialistas, do primeiro, segundo e terceiro mundo, algumas fáceis de relacionar-se, outras, nem tanto. Alguns trabalhadores afoitos, outros mais preguiçosos , todos com diferentes preferências e prioridades em suas vidas diárias. Fumantes e não-fumantes, bebedores, abstêmios, vegetarianos, carnívoros , praticantes e não praticantes de meditação, trabalhadores de escritório, silvicultores e assim por diante. A única coisa que todas essas pessoas têm em comum, porém, é que todos eles voluntariamente se colocaram no caldeirão que é Auroville, e aceitaram resolver suas diferenças de uma forma nova e mais elevada, mudando-se em vez de tentar mudar os outros, procurando realizar o ideal da unidade humana na diversidade”.

Se é verdade que o maior serviço que os seres humanos podem prestar ao próximo é tornar-se mais e mais consciente, então Auroville definitivamente está no caminho certo! “Toda a vida é yoga” diz Sri Aurobindo. Em Auroville é impossível enganar a si mesmo ou ao outro.

Permeando tudo isso, está a energia doce, sutil e imensamente poderosa e pulsante do espírito inerente de Auroville, reforçada e ampliada por propensões antigas e eternas da Índia que a rodeiam. Onde e quando uma alma receptiva ou situação for encontrada, é ativada ao máximo..

auroum

Via Ecovila da Montanha