GreenArq

Brasil alcança marca de 41 mil unidades residenciais certificadas Aqua-HQE

Por setembro 28, 2015 Sem comentários
IMG-aqua-ecod

Bairro Ilha Pura abrigará os atletas olímpicos e paralímpicos em 2016 – Foto: Divulgação

Morar em residências sustentáveis que proporcionam conforto e economia ao usuário aos poucos vem se tornando comum aos brasileiros. O país está entre os quatro primeiros do mundo no número de construções ambientalmente corretas no mundo e alcançou recentemente a expressiva marca de 41 mil unidades residenciais certificadas Aqua-HQE – selo de sustentabilidade internacional, de origem francesa, aplicado no país pela Fundação Vanzolini.

Pelo incentivo às praticas da sustentabilidade na construção civil o Aqua-HQE acaba de conquistar o 14º Prêmio Marketing Best Sustentabilidade e segundo Manuel Martins, coordenador executivo da certificação, “o modelo de avaliação representa uma mudança de paradigma que requer planejamento e controle pelo empreendedor e estimula a ideia de consumo consciente entre a população”.

Segundo ele, “as crises hídrica e energética vividas pelo país, também são fatores importantes para o aumento da oferta e do consumo de imóveis com soluções de sustentabilidade certificadas Aqua-HQE”.

Além de empreendimentos habitacionais, bairros e loteamentos, a Fundação Vanzolini já avaliou construções do setor do comércio e varejo, indústria e logística, escritórios e edifícios escolares, hospedagem, lazer, bem estar, eventos e cultura. Ao todo, são 385 projetos certificados e o processo abrange todo o ciclo de vida de um edifício e de bairros e loteamentos, desde o planejamento até o funcionamento sustentável, passando pelo projeto, construção, manutenção e renovação.

Novo bairro:

O projeto do novo bairro, que abrigará os atletas olímpicos e paralímpicos em 2016, foi concebido para atender aos mais altos padrões de sustentabilidade. Além das práticas de uso racional de recursos naturais na construção do bairro, o conceito se expande no legado sustentável do parque e dos condomínios, que fará parte do dia a dia do morador de Ilha Pura.

São Paulo e Rio de Janeiro são as cidades que mais concentram moradias sustentáveis disponíveis no mercado, mas outras capitais como Vitória, Salvador e João Pessoa, e cidades como Niterói, Campos dos Goytacazes, no estado fluminense, Limeira e Mogi das Cruzes, em São Paulo, tiveram lançamentos imobiliários construídos seguindo os parâmetros técnicos de desempenho ambiental da certificação.

Critérios globais:

A Fundação Vanzolini, estabelecida e mantida pelos professores do Departamento de Engenharia de Produção da Escola Politécnica da USP, é a principal certificadora da construção civil no Brasil. Desde 2007, adaptou e desenvolveu a certificação Aqua a partir do HQE da França. Agora em cooperação com o Cerway, a Fundação Vanzolini oferece, desde 2014, o AQUA-HQE, uma certificação de nova geração alinhada aos critérios globais do HQE, que garantem elevados níveis de sustentabilidade e é apropriada ao meio ambiente e à evolução da cultura e regulamentação brasileira.

Oficina do Saber

Deixe uma resposta