joachim-jpg

Poderia um abrigo emergencial também proporcionar alimentos aos seus usuários? Conseguiremos produzir mobiliários comestíveis? Será possível mesclar mobiliário e agricultura em um único dispositivo?

São questões como estas destacam o estúdio de biodesign  Terreform ONE (Open Network Ecology) de outros coletivos e estúdios. Em vez de encarar o design como meio de encontrar a solução para um problema, suas estruturas e mobiliários buscam abordar muitas questões que afetam o planeta de uma única vez. Precisa-se de uma estrutura para refugiados e, ao mesmo tempo, encontrar uma fonte de proteínas para eles? Por que não construir uma casa que seja também um local de cultivo de grilos?

Embora muitos de seus projetos pareçam fantasias tiradas de livros de ficção científica, as estruturas por trás deles são fundamentadas na ciência. Eles estudam materiais naturais em escala celular visando criar arquiteturas e móveis que sejam bons não apenas para o usuário, mas para o planeta. Entre os projetos em andamento estão a Fab Tree Hab Living House, uma casa feita totalmente a partir de plantas; sacolas de compras feitas com tecido orgânico animal cultivado em laboratório; uma esfera pessoal para cultivo de alimentos conhecida como The Urban Farm Pod; e uma série de mobiliários feitos a partir de fungos

Para saber mais sobre o Terreform ONE e ver outros vídeos como este abaixo, clique aqui.  

Archdaily