Energia

Painel solar inspirado em kirigami é 36% mais eficiente

Por novembro 10, 2015 Um comentário
20150911104613_660_420

Pesquisadores da Universidade de Michigan, nos Estados Unidos, desenvolveram um método para tornar paineis solares mais eficientes, dobrando-os para que acompanhem o movimento do sol ao longo do dia. O projeto teve como inspiração o kirigami, arte japonesa semelhante ao origami que envolve a dobragem e o corte de papel.

O painel solar plano usado atualmente é limitado em termos de eficiência, já que é projetado para ficar imóvel em uma superfície plana. Assim, ele só recebe a luz do sol durante uma pequena parte do dia. A solução mais comum para o problema é a instalação de conjuntos motorizados que se movem, mas o custo é elevado e os dispositivos são pesados.

Para desenvolver os novos paineis, os pesquisadores trabalharam em parceria com o artista Matthew Shlian na criação de folhas de plástico que contam com células solares em sua composição. Graças ao material, é possível torcê-las para que possam receber energia de todas as posições.

Em testes realizados, o sistema foi capaz de produzir 36% mais energia do que os paineis tradicionais. Em comparação aos motorizados, no entanto, o painel kirigami é 4% menos efificiente. Segundo os pesquisadores, a redução não deve fazer diferença, se comparada aos benefícios: o novo painel é mais barato e tem somente 10% do peso das versões motorizadas. “Achamos que o projeto tem um potencial significativo e estamos buscando aplicações realistas. Com ele podemos,finalmente, reduzir o custo da eletricidade solar”, explica Aaron Lamoureux, um dos responsáveis pelo projeto. 

Olhar Digital