image

A japonesa Rimono apresentou um curioso veículo elétrico urbano que leva o mesmo nome. O Rimono foi idealizado por Kota Nezu, o mesmo que deu vida ao Toyota Setsuna de madeira. O Rimono tampouco utiliza materiais convencionais em sua carroceria de 2,2 metros de comprimento. A sua carroceria é impermeável e feita com um material têxtil criado a base de uma mistura de algodão e poliéster.

imagePelas suas características, o Rimono é um carro acima de tudo urbano, concorrente dos microcarros e do Renault Twizy. Conta com um motor elétrico de 6,8 cv que é alimentado por baterias de íons de lítio de 4 kWh. Sem ultrapassar os 45 km/h de velocidade máxima, sua autonomia é de 50 quilômetros.

Em seu interior o Rimono é mais parecido a um ciclomotor que a um carro. Não há volante e em seu lugar encontramos um guidão que inclui os comandos de luzes, pisca e buzina, assim como o velocímetro e um relógio adicional onde se mostram alguns dados da condução, como a autonomia restante. O freio sim é de pedal. Tem capacidade para três ocupantes, um na frente e dois atrás, e o banco do condutor apresenta com uma interessante solução, por ser giratório, facilita a entrada e a saída do veículo.

O interior é completamente minimalista e não conta com equipamento de som. Em seu lugar, existem dois alto-falantes portáteis que podem ser conectados a um tablet ou smartphone para reproduzir o áudio armazenado nesses dispositivos externos. A ideia de Kota Nezu es poder iniciar a comercialização do Rimono en 2017.

Via PlanetCarZ

carro1

Deixe uma resposta