central-de-energia-solar-na-china-tem-o-formato-de-um-panda-1499194941975_615x300
Placas de energia solar formam o desenho do animal característico do país asiático

Foi inaugurada na China nesta semana uma estação de energia solar diferente: as placas solares formam o desenho de um panda, um dos animais mais característicos do país asiático.

A estação é a primeira de uma parceria entre a empresa chinesa China Merchants New Energy e o Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD), assinada em setembro do ano passado. 

A estação fica na cidade de Datong, na província de Shanxi, no norte da China, e ocupa uma área de 248 acres (equivalente a mais de 140 campos de futebol), segundo informações da ONU.

A capacidade total de geração de energia será de 100 MW (megawatt), dos quais 50 já foram integrados à matriz energética do país, de acordo com a empresa responsável pelo projeto.

Quando estiver com 100% da capacidade instalada em funcionamento, a estação poderá gerar 3,2 bilhões de kWh (quilowatt-hora) de energia em 25 anos, segundo a empresa. Esse volume representa uma economia de 1,056 milhão de toneladas de carvão (usado na produção de energia térmica) ou uma redução de 2,74 milhões de toneladas na emissão de dióxido de carbono (CO2) no meio ambiente.

UOL

Deixe uma resposta