image

A Polícia Civil de Minas Gerais vai indiciar por homicídio a direção da mineradora Samarco por 19 mortes ocorridas no rompimento da barragem de Fundão, em Mariana, no dia 5 de novembro do ano passado. O anúncio foi feito nesta sexta-feira, 5, pelo delegado responsável pela investigação da queda da represa, Rodrigo Bustamante.Até o momento foram confirmadas as mortes de 17 pessoas. Porém, o delegado afirmou que as duas pessoas que estão desaparecidas, pelo tempo decorrido, também serão incluídas no indiciamento. O prazo para o término do inquérito é 15 de fevereiro. No entanto, as investigações poderão ser prorrogadas. Conforme o delegado, falta apenas decidir se o indiciamento será por dolo, quando há intenção de matar, ou culposo, quando não há a intenção, mas assume-se o risco de que isso ocorra.

 .
.