renew

Nos Estados Unidos é bastante comum encontrar as cabines para doação de roupas espalhadas pelas calçadas das grandes cidades, como Nova York.

Felizmente, a consciência sustentável vem ganhando um espaço importante nas sociedades e, por isso, algumas empresas estão tentando salvar as roupas descartadas, reformando e as revendendo com desconto.

Uma destas empresas é a The Renewal Workshop, que aceita camisetas, jaquetas e outros itens que foram danificados durante a fabricação, os conserta e os revende com descontos de até 50%.

O objetivo da empresa é evitar que as peças com defeito, que não podem ser vendidas pelas lojas tradicionais, sejam jogadas no lixo.

doacao

Para aumentar ainda mais sua atividade, The Renewal Workshop está angariando fundos pelo Indiegogo
para criar uma loja virtual e vender as peças online a partir do final de outubro.

LUGAR DE LIXO É NO LIXO?

Os números são assustadores!

Um americano joga, em média, 32 quilos de lixo têxtil por ano, mas somente 15% desse total é reciclado, segundo um relatório feito pela Agência de Proteção Ambiental.

Os outros 85% – aproximadamente 13 milhões de toneladas de lixo têxtil (em 2013) – acabou em aterros, onde se decompõe juntamente com outros dejetos sólidos, liberando gases de efeito estufa e contribuindo para o aquecimento global.

DE OLHO NO MEIO AMBIENTE E REAQUECENDO A ECONOMIA

The Renewal Workshop está tentando combater o desperdício na indústria têxtil acabando com o clico, ou tentando se certificar que roupas novas estão sendo fabricadas de materiais reciclados ou usados.

Algumas empresas grandes também começaram a se engajar em esforços semelhantes.

A H&M, gigante da moda, e a The North Face, por exemplo, implantaram um programa em suas lojas em que os clientes voltam aos locais para descartarem as roupas que compraram lá para que sejam recicladas ou redirecionadas a outros propósitos.

Os esforços, entretanto, às vezes não dão resultados. Em 2013, a Puma lançou uma linha de produtos feita inteiramente com materiais biodegradáveis e recicláveis, mas teve de interromper a produção por falta de procura no ano passado.

FECHANDO O CICLO

A estratégia da The Renewal Workshop para acabar com o lixo têxtil é criar cada peça a partir de outras que já existem.

Nicole Basset, co-fundadora da TRW, conta que, para isso, a empresa fez uma parceria com empresas de vestuário como Ibex, prAna e Toad & Co, que são comprometidas com a sustentabilidade.

A TRW pega peças destas marcas que estão com defeitos ou que foram devolvidas – itens como zíperes quebrados, barras rasgadas ou roupas sem botões -, os conserta e depois os revende com desconto.

As empresas parceiras repassam os itens com defeito à TRW sem custo e ainda paga uma taxa de parceria.

Quando um cliente compra um dos itens reformados, o parceiro repassa uma porcentagem da venda, e o cliente compra uma peça com a etiqueta original da marca e a etiqueta da TRW, segundo informações de Basset.

RECICLAGEM E REVENDA

As empresas se comprometem a não enviar mais nenhuma de suas peças para os aterros. As peças que não podem ser consertadas são direcionadas à reciclagem.

A reciclagem de uma peça têxtil consiste em:

  • Transformar tecidos em fios par criar outros produtos;
  • Cortar o tecido em tiras para que se transforme em enchimento, ou
  • Transformar as peças em outros produtos, como jaquetas e bolsas.

A loja ainda estimula os seus clientes a devolverem seus itens à TRW para que passem novamente pelo processo de renovação ou reciclagem, mas, como a empresa não pretende pagar pela postagem, terão de contar com a consciência sustentável de cada um.

Fonte: huffingtonpost.com.

Via Awebic por Luciana Perussi Caczan

Deixe uma resposta