Blog

Plataforma de compartilhamento de carros é lançada em Florianópolis

Por novembro 5, 2015 Sem comentários
17736852

Que tal colocar para rodar o seu carro que está ali na garagem ou estacionamento enquanto você lê essa notícia e ainda ganhar um dinheiro extra com isso?

Se a ideia te parece interessante, a resposta para ela foi criada pela empresa Fleety, que desde setembro de 2014 viabiliza o aluguel de carros entre usuários privados por meio de uma plataforma online.

O sistema que começou em Curitiba -PR, foi para São Paulo em fevereiro de 2015 e que conta com cerca 8 mil usuários e 600 veículos cadastrados chega a Florianópolis a partir do dia 10 de novembro (próxima terça) e já conta com cadastros antes mesmo de começar.

— Florianópolis tem uma questão de mobilidade diferenciada pela sazonalidade e um apelo diferente de mercado para nossa empresa. Diferente de Curitiba, que é uma região de médio porte, de São Paulo que é imenso o mercado, a Grande Florianópolis é uma região de pequeno para médio porte e queremos entender como seria a dinâmica do sistema nesse mercado — justifica André Marim, um dos sócios do Fleety.

A plataforma funciona como um local de encontro entre pessoas que têm um carro e desejam alugá-lo, e pessoas que precisam de um carro para alugar. Os proprietários definem os próprios valores por hora, diária ou semana, e recebem os pedidos de interessados. Nesse momento abre-se uma conversa para melhor combinar os detalhes e marcar os horários. O pagamento é por cartão de crédito e o valor é depositado na conta do proprietário.

— Na verdade, o site é um intermediário que garante a segurança dos dois lados. Antes de fechar a locação você conversa com a pessoa. Se não gostar pode negar o aluguel, mas é difícil isso acontecer. Em 10 meses, ganhei cerca de R$ 1.500 em locações — avalia o corretor de seguros Clébio Goulart Coimbra Filho.

Goulart é de Curitiba e tem um Honda Fit 2008 cadastrado desde fevereiro na região. Recentemente recebeu o carro de volta após ter alugado durante três dias no feriado de finados com a diário de R$ 75. Em Florianópolis o Fleety chamou a atenção do desenvolvedor web Alberth Guilherme David, 25 anos. Ele descobriu a plataforma em um site de notícias e se cadastrou, com poucas pretensões.

— Nem imaginava que viria para Florianópolis. Mas como uso pouco o carro, pensei em ganhar algum dinheiro, mesmo com ele parado — planeja David.

David mora no bairro João Paulo e trabalha no Centro da Capital, mas o trajeto é feito diariamente de bicicleta, enquanto o carro fica na garagem. O desenvolvedor reforça que o Fleety pode ser uma alternativa mais sustentável às cidades e garante que está mais desapegado do veículo, além de ter sentido segurança no funcionamento do site.

— Fico muito tranquilo. Eu tenho seguro e enquanto o carro está locado está segurado pela Fleety. Antes de entregar, ainda faço um checklist. Mas nunca houve problema, não tem porque querer sacanear, tem todos os dados pessoais lá — acrescenta Goulart.

Iniciativa não preocupa locadoras

Ricardo Cesar Mendes Zamuner, presidente do Sindicato das Empresas Locadoras de Automóveis de Santa Catarina (Sindloc SC), afirma que a plataforma não preocupa o setor e considera que ela expande o mercado de locação a nichos não atendidos:

— Essa nova oferta é considerada positiva em termos gerais e não há competição com as empresas locadoras de veículos atualmente existentes. Pelo contrário, soluções colaborativas estimulam o desenvolvimento da cultura de locação de veículos em segmentos mais amplos da população.

Zamuner cita que locações corporativas, turísticas e substituição de veículos em oficina exigem, por exemplo, padronização operacional e por isso continuariam sendo atendidos pelas locadoras. Atualmente, Santa Catarina conta com 113 locadoras e redes cadastradas e uma frota superior a 5 mil veículos. Porém Zamuner afirma que o segmento apresenta queda na demanda, principalmente na área de turismo e lazer.

ClicRBS

Deixe uma resposta