20160101221424202920u

William doou mais de 30 carrinhos para pessoas que não conhecia em 2015

Paixão é o que motiva o mecânico William César Martins, 41 anos, a produzir brinquedos feitos de material reciclável, como papelão, arames e madeira.

Ele trabalha em uma oficina durante o dia e, nas horas vagas, dedica-se a criar obras, que são doadas de imediato para quem tiver interesse.

São carrinhos, robôs, caminhões, entre tantos outros objetos construídos com muito carinho e cheios de detalhes. E não só para crianças: muitos adultos se encantam pelas obras do mecânico. 

William doou mais de 30 carrinhos para pessoas que não conhecia em 2015. “Elas passam, se interessam e aí eu pergunto: Você quer?’ Ah, eu vejo felicidade no rosto delas”, relata.

O mecânico considera-se brasiliense, mas morou até os 8 anos em Minas Gerais, vivendo em fazendas e plantações de café.

Começou o artesanato com 5 anos: usava latas de sardinha e chinelos velhos para produzir as próprias brincadeiras. Mas a arte com o papelão começou apenas ao chegar em Brasília.

“Na época do colégio, quando uma professora pediu para fazer uma maquete da Esplanada, usei uma caixa de pasta de dente e uma de fósforo.

Foi quando eu tomei gosto pelo artesanato”, conta. “O que antes era uma alegria, hoje virou um hobby, uma paixão, algo que ocupa um pouco do meu tempo.”

Correio Braziliense

Deixe uma resposta