Llano Exit Strategy Foto: Reprodução/Site

Envelhecer com qualidade de vida pode significar muitas coisas, como viajar com frequência ou estar perto dos filhos e netos. Para alguns idosos, a aposentadoria ideal deve ser desfrutada em ecovilas, onde é possível viver em comunidade de forma sustentável.

Ecovilas focadas na terceira idade estão se tornando populares principalmente pela vida simples — o que não significa falta de conforto. As vilas sustentáveis apresentam muito verde, alimentos frescos e saudáveis, superfícies fáceis de se locomover, atividades ligadas ao meio ambiente e casas projetadas com tecnologia para reduzir consumo de água e luz.

Além disso, são locais tranquilos e serenos, onde a vida em comunidade é valorizada. Assim ninguém se sente sozinho.

Ecovilas para idosos

Serenbe

A vila sustentável fica na cidade de Atlanta, Estados Unidos, e é um “bairro cheio de comida fresca e ar puro focado no bem-estar”, diz o site. A comunidade está localizada entre acres de florestas preservadas, prados e caminhos naturais que conectam casas e restaurantes com serviços e artes.

A ecovila foi fundada por Steve Nygren, que vendeu sua casa em Atlanta e comprou uma fazenda na zona rural nos anos 90. “Percebi como a conexão com a natureza transformou nós e nossos filhos. Mudou meu juízo de valor sobre o que é importante”, conta.

Adquiriu 100 acres de terra e lançou um ambicioso plano para proteger a área e construir algo sustentável. Hoje, são quatro aldeias com centros comerciais complementares voltados para os “elementos de uma vida bem vivida”: artes para inspiração, agricultura para alimentação, saúde para bem-estar e educação para consciência.

Os alimentos frescos vêm de uma fazenda natural orgânica e do paisagismo comestível, que enfeita os caminhos e dispõe de árvores de mirtilo e outros arbustos. Atrações culturais incluem festivais de música, oficinas de culinária, pista de equitação e galeria de arte.

Penswood Village

Localizada em Newtown, nos Estados Unidos, a vila para idosos tem a sustentabilidade como um de seus princípios. “Somos bons administradores da terra, como no nosso inovador sistema de gestão de águas pluviais premiado. Ele fica escondido debaixo de 10 acres de prado”, diz o site oficial. E completa: “você estará livre para apreciar a beleza, sabendo que está sendo responsável por preservá-la”.

A comunidade se envolve no sistema de reciclagem, de energia geotérmica e em atividades como paisagismo e cultivo de horta. Lynne Waymon, uma das moradoras, disse ao site Next Avenue que não era ativista do meio ambiente antes da aposentadoria. A experiência na ecovila a fez mudar sua visão de mundo e se sentir útil.

“Pessoas chegam a uma certa idade e pensam, ‘acabou para mim, não tenho influência alguma ou algo a dizer’. Eu quero que essas pessoas se unam e se sintam poderosas — e que saibam que podemos fazer a diferença”, disse.

Llano Exit Strategy

A pequena ecovila na cidade de Austin, no Texas, Estados Unidos, tem apenas oito moradores: quatro casais de amigos que decidiram curtir a velhice em harmonia com a natureza.

O arquiteto Matt Garcia projetou quatro cabanas com cerca de 32 m² cada. Elas se interligam por uma área comum com cozinha comunitária e espaço para todos jantarem juntos ou receberem visitas.

As cabanas são simples e rústicas e foram projetadas para garantir conforto e sustentabilidade. Os telhados coletam água da chuva em barris e as paredes são isoladas para evitar calor excessivo durante o verão e manter o ambiente aconchegante e quentinho durante o inverno. Além disso, os quatro residentes tomam medidas para reduzir a emissão de gases poluentes e fazem reciclagem.

A ecovila fica de frente para o rio Llano e, a princípio, não aceita mais moradores. Mas fica a dica: que tal reunir seus melhores amigos e construir sua própria vila sustentável?

Via Free The Essence por Camila Luz

26 comentários

  • Cirene disse:

    Inspirador! Vou buscar mais detalhes.

  • Janine disse:

    Fantastico e valoriza quem metece: os mais velhos!

  • sonia soares nogueira magalhães disse:

    Para os idosos brasileiros é um sonho, ainda distante. Quisera poder desfrutar, os últimos anos de vida, com essa qualidade.
    Que os brasileiros mais endinheirados, ou nossos governos, copiem essa ideia .

  • Humberto magalhaes disse:

    Estou interessado como tambem tenho uma area para desenvolver este projeto de vida para a terceira idade.
    20 mil m2 podendo aumentar na região do Itanhangá RJ com muito verde e paz .
    Procuro sócios para ir em frente com o projeto que já comecei mas ainda falta uns 60% para construir.
    Vem 021 992326956

    • Fátima Araújo disse:

      Que maravilha!!!

    • GILDA KAMEYAMA disse:

      Em que fase vc está? Sou arquiteta e tb tenho sonhado muito com essa ideia, mas falta um local mais proximo, eu tenho um local menor em florianopolis, mas é longe, queria ficar mais proximo de sp.

      • Dalila disse:

        Ideia maravilhosa
        Poderia falar um pouco mais deste projeto?

      • Célia Ferrazoli disse:

        Gilda ,
        Eu e minha irmã herdamos uma cerâmica de tijolos , na cidade de Ourinhos , interior de São Paulo , distante 370km de SP Capital .
        Porém fica na cidade , numa vila bem tranquila.
        O tereno tem 10.000m2.
        Estamos querendo derrubar esta cerâmica e transformar o terreno em um condomínio residencial. (essa era a ideia inicial)
        Mas agora tenho pensado em transformar em um condomínio para idosos no mesmo molde das ecovilas dos EUA.
        O terreno tem espaço suficiente para as cabanas , horta comunitária , pomar , espaço para visitas , área de lazer etc.
        Pode-se construir um grande jardim plantando palmeiras , bambus e outras arvores.
        Caso se interesse , entre em contato comigo no emai cferrazoli2011@gmail.com ou no meu face : Celia Ferrazoli.
        Abçs

      • Paulo Rebelo disse:

        Por favor dna Gilda, entre em.contato pelo fone 47-99697388. Aguardo. Att
        Paulo Rebelo.
        Joincille sc

      • Rafaella disse:

        Bom dia Gilda!

        Poderia entrar em contato com Paulo Rebelo no telefone 47-99697388.
        Agradeço.

      • Mel disse:

        Bora se agrupar nesta ideia?

    • Valeria Rodrigues Pires disse:

      Maravilha, saber que teremos qualidade de vida na 3 idade no Rio de Janeiro!!!! Bravo!!!

    • Marilda Torrano Paranhos Lopes disse:

      Boa noite, Humberto. Como você pretende viabilizar essa Ecovila, depois de pronta? Venderá as casas? Poderão ser alugadas? Gostaria de saber mais sobre o seu projeto.

    • Dalila disse:

      Ideia maravilhosa
      Poderia falar um pouco mais deste projeto?

  • Celso Gasparotto disse:

    Amei!!!

  • Neide Beserra da Silva disse:

    Idéia genial!! Apoio e vendo a idéia!!

  • Sandra Regina Scavassa disse:

    Adorei a ideia. muito bom isso.

  • Eliana disse:

    Quero mais detalhes!

  • Elisabete Aparecida Conceição disse:

    Pensei que era no Brasil…… Se fosse ? Que MARAVILHA !!!!

  • Marilene Andrade Laluna disse:

    E, NO BRASIL…

  • Cilene soares disse:

    Ideia genial…Gostaria de me manter informadadestes projetos.

  • Muito interessante e o futuro para os idosos Brasileiros deve ser pensado ! Como arquiteta e urbanista trabalhamos com construções sustentáveis com acessibilidade ! Paula Figueiredo Arquitetos

  • lia disse:

    É o jeito como planejo viver . Caso haja interesse dos que já tem as terras ou conhecimentos técnicos para tornar viável uma ecovila, em fazer em cadastro para formarmos um grupo e seguirmos pensando esta ideia, podem me incluir

  • Kátia Dal Bó disse:

    Sou estudante do último ano de Arquitetura e Urbanismo, e o projeto do meu TFG será uma Ecovila para idosos, buscando essa conexão com a natureza, bem estar e menos impacto ambiental. Se algum arquiteto com experiência e conhecimentos na área puder me indicar bons livros para pesquisa, ou até mesmo me dar uma forcinha seria muito grata.
    Indaiatuba/SP

Deixe uma resposta