fundacao-tamar-750x500

Um dos projetos selecionados será desenvolvido para a conservação das tartarugas marinhas na região da Foz do Rio Doce.

A Fundação Grupo Boticário de Proteção à Natureza publicou a lista das iniciativas de proteção ambiental que receberão apoio a partir do primeiro semestre de 2016. Serão doados cerca de R$ 1,5 milhão para 20 projetos de pesquisa espalhados por em doze estados brasileiros. Com foco no ecossistema costeiro-marinho e na Mata-Atlântica, os projetos foram selecionados através de dois editais, um de âmbito nacional e outro centrado no estado do Paraná.

O edital nacional abrangeu os estados  que abrigam importantes áreas do ecossistema costeiro-marinho: São Paulo, Rio de Janeiro, Espírito Santo, Bahia, Paraíba, Amapá, Pará, Maranhão, Pernambuco, Santa Catarina e Rio Grande do Sul. Por sua vez, o edital Biodiversidade do Paraná, realizado em parceria com a Fundação Araucária, seleciona apenas pesquisas e projetos a serem realizados por instituições naquele estado, com foco especial para a proteção das Florestas com Araucárias e Densa do Lagamar.

Uma das iniciativas selecionadas foi um trabalho que visa a conservação das tartarugas marinhas na região da Foz do Rio Doce (ES) realizado pelo Projeto Tamar. “Os estudos dessa pesquisa podem vir a trazer informações valiosas para entender melhor o impacto que esse incidente causou na biodiversidade local”, afirma Malu Nunes, diretora executiva da Fundação Grupo Boticário.

Oportunidade

A Fundação lançará editais para novos projetos no final do mês de janeiro. As inscrições para a primeira chamada anual de 2016 do Edital de Apoio a Projetos estarão abertas de 31 de janeiro a 31 de março. Basta acessar o site da Fundação Grupo Boticário, na seção Editais. Mais informações, podem ser obtidas através do e-mail picn@fundacaogrupoboticario.org.br.

Foto: José Sabino/Fundação Boticário

Wikiparques.org

Deixe uma resposta