Blog

Como nos tornarmos menos dependentes do papel?

Por outubro 11, 2015 Sem comentários
postddd

Do mesmo modo que a Internet não acabou com a televisão, a televisão não acabou com o rádio e o rádio não acabou com o jornal, as novas tecnologias de armazenamento de dados não devem pôr fim ao papel. Contudo elas podem, e devem, ser uma aliada contra o desperdício – de acordo com a Associação Brasileira de Gerenciamento de Documentos (ABGD), 37% das impressões e cópias feitas em empresas no Brasil são desnecessárias.

Sabemos que o uso excessivo de papel prejudica o meio ambiente – estima-se que o brasileiro consuma 44 quilos de papel por ano, o equivalente a uma árvore por pessoa ao ano -, mas o impacto vai muito além. Quanto mais papel, menor a produtividade, lembra Patrícia Demitroff, gerente de desenvolvimento de mercado de um aplicativo para anotações. Aplicativos e programas de computadores voltados para armazenamento de dados são, por sinal, boas ferramentas que ajudam a combater o desperdício de papel. Outras medidas incluem:

 1)      Pense antes de imprimir algo. É realmente necessário? Caso você realmente necessite fazer cópias, mande para a impressora somente os trechos ou capítulos que realmente utilizará;

 2)      Muitas empresas como bancos e operadoras de telefonia enviam extratos/contas de telefone por meios digitais. Você pode procurar a sua prestadora de serviços e solicitar o cancelamento de contas e extratos físicos. O Itaú Unibanco afirma ter reduzido o uso de papel em 26% entre 2010 e 2013 graças a meios de comunicação digitais.  Já a Vivo inaugurou recentemente no Leblon, no Rio de Janeiro, uma loja na qual não utiliza papel em nenhum momento – os contratos são assinados diretamente em tablets . Medidas como essa certamente ajudam as empresas a reduzir custos, mas são benéficas também para a sociedade e o meio ambiente. Desde 2013, o BID passou a adotar a filosofia “paperless” em suas reuniões anuais, neste ano, na Bahia, deixou-se de imprimir milhares de paginas.

3)      Apoie iniciativas de digitalização de arquivos. Arquivos físicos de papel não só ocupam grande quantidade de espaço como geram elevados custos de manutenção, além de requererem muito tempo e força de trabalho.

 4)      Ajude parentes mais velhos a usar aplicativos e programas de computador. Muitas vezes a preferência pelo papel é causada pelo desconhecimento de novas tecnologias.

E, por fim, é sempre bom lembrar:

3rs

5)      Reduza. Reuse. Recicle. Se cada brasileiro consome em papel uma árvore ao ano, estamos falando de um consumo potencial de 200 milhões de árvores anualmente.