image

Com um novo programa de reciclagem lançado há pouco tempo, a Apple foi capaz de transformar seu lado “verde” em um pote de ouro-quase literalmente. Aos preços actuais, a empresa arrecadou cerca de 40 milhões de dólares só referente ao ouro obtido. O site Fairphone revelou recentemente que em média um smartdevice costuma ter 30mg de ouro “impresso” em sua placa de circuitos, o que nos faz pensar em quantos iPhones a Apple deve ter coletado para realizar a extração.

Em 2015 foram recuperadas perto de 28 mil toneladas de materiais de antigos equipamentos.
A Apple afirma que o objetivo do programa de reciclagem é evitar que partes de dispositivos que possam ter impactos negativos no meio ambiente sejam depositados em aterros sanitários sem o devido tratamento.
Mas este relatório mostrou também que ao optar por reciclar mais materiais a empresa está a conseguir trazer a si uma percentagem muito grande de materiais nobres, o que resulta num ganho monetário elevado, que surge de forma indirecta.
Alguns dos destaques do relatório são notícias que a Apple já tem compartilhado, tais como o seu projeto de painel solar em Singapura, ou o fato de que 93% das instalações utilizam energias renováveis. A empresa também detalhou a diminuição na quantidade média de carbono emitido para produzir cada produto.
Esse número inclui um total de 999,71 quilogramas de ouro – quase uma tonelada.

Via Ambiente Já