sambalina5

As sementes crioulas são o tesouro cultivado pelos camponeses ancestrais. Elas são nossa herança genética, nossa evolução, nossa história. Hoje simplificamos as lavouras em monoculturas, reduzimos a diversidade de alimentos aos produtos “convencionais”. É só observar uma feira e perceber que são sempre os mesmos legumes e verduras. Alface, rúcula, beterraba, batata, tomate e por aí vamos. Acontece que existe uma infinidade de opções de plantas comestíveis que, por motivos puramente econômicos, fomos perdendo o costume de consumir. O segredo é que na maior parte das vezes, os diferentões são muito mais nutritivos.

E é aí que entra o trabalho da Verônica Bruch, do Sítio Sambalina, em Nova Petrópolis, no Rio Grande do Sul. Nascida em Rolândia, no Paraná, ela morou mais de 30 anos na Europa e retornou ao Brasil em busca de mais qualidade de vida no meio rural. Hoje, ela e sua família trabalham para preservar a diversidade de sementes orgânicas, nativas ou exóticas. E, por isso, nós e o universo agradecemos pelo cuidado com o animais e com as próximas gerações. É possível comprar mudas e sementes no site da iniciativa.

O mais bacana é ver que animais – como bugios, cobras, veados e muitos outros – estão voltado ao seu habitat natural graças ao trabalho desses lindos guardiões da terra.

Chegamos lá em um domingo a noite e mesmo assim fomos muito bem recebidos. Nos demos tão bem que acabamos ficando 4 dias ali, aprendendo e trocando conhecimentos com todos. Inclusive, o espaço se tornou um encontro de jovens ambientalistas graças a mente aberta e jovial dos anfitriões. Um antro de conhecimento tecnológico e ancestralmisturado.

Fomos presenteados com as sementes e mudas da foto abaixo. Seguimos estrada trocando e compartilhando um pouco dessa herança genética maravilhosa.

sambalina5

Muuuito queridos! Da esquerda pra direita. Slavek (um Theco que está viajando o mundo inteiro de carona visitando fazendas orgânicas), o Gyps, a Verônica Bruch, o Lucas Kehl, a Svenja na cadeira ao lado da Vivi e Guto. <3

sambalina1

A Capuchinha é uma flor cometível. O chuchu de vento também é uma delícia e a Trombeta de Anjo é proibida no Brasil.

sambalina2

A casa verde de mudas. Linda linda linda.

sambalina3

Tomate azul!

sambalna6

A flor da trombeta de anjo é simplesmente divina. Proibida no Brasil por seu poder alucinógeno, mas ao mesmo tempo altamente tóxica. Mas como proibir a existência de uma planta?

sambalina4

The Greenest Post

organicos1

2 comentários

Deixe uma resposta